Configurar NTP no Red Hat Enterprise Linux 6 e derivados

A configuração do NTP para que o servidor possa manter seu relógio sempre atualizado é muito simples no Red Hat Enterprise Linux 6 e seus derivados (como o Oracle Linux 6 ou o CentOS 6).

Basta editar o arquivo /etc/ntp.conf e comentar os servidores NTP da Red Hat, incluindo os servidores NTP desejados:

#server 0.rhel.pool.ntp.org iburst
#server 1.rhel.pool.ntp.org iburst
#server 2.rhel.pool.ntp.org iburst
#server 3.rhel.pool.ntp.org iburst
server 189.50.12.221 iburst
server 189.50.12.220 iburst

O exemplo acima utiliza os dois servidores NTP do SM Saúde. Se você não tem nenhum servidor próprio para utilizar, use dos servidores NTP oficiais do Brasil (veja ntp.br para maiores informações):

  • a.st1.ntp.br
  • b.st1.ntp.br
  • c.st1.ntp.br
  • d.st1.ntp.br
  • a.ntp.br
  • b.ntp.br
  • c.ntp.br
  • gps.ntp.br

Depois de ajustar o arquivo /etc/ntp.conf, ajuste a inicialização automática do NTP com o comando (como usuário root):

# chkconfig /et/init.d/ntpd on

Agora precisamos criar o arquivo drift, utilizado pelo NTP, e iniciar o serviço:

# touch /var/lib/ntp/drift
# service ntpd start
Starting ntpd:                                                [ OK ]

Verifique se o NTP está funcionando e sincronizado com os servidores:

# ntpq -p
remote           refid        st t when poll reach delay offset jitter
======================================================================
+web01.smsaude.c 200.186.125.195 2 u  6 64   17     0.426 -0.038 0.041
*web02.smsaude.c 200.186.125.195 2 u  5 64   17     0.497 -1.522 0.014

# ntpstat 
synchronised to NTP server (189.50.12.220) at stratum 3 
 time correct to within 83 ms
 polling server every 64 s

Agora seu servidor já está com a data/hora sincronizada com um servidor NTP.